Ozonioterapia: conheça a terapia alternativa e saiba para que serve

  • por em 17 de novembro de 2020
ozonioterapia

Recentemente, muito se tem falado sobre a terapia alternativa chamada ozonioterapia. Ela é estudada há mais de um século e, devido aos seus benefícios,  vem ganhando cada vez mais destaque nas clínicas médicas. No entanto, você sabe do que se trata? A ozonioterapia, como o próprio nome indica, usa ozônio, um gás composto por três átomos de oxigênio. Além disso, a substância conta com propriedades anti-inflamatórias, analgésicas e  antissépticas. Dessa forma, auxilia na melhora da oxigenação dos tecidos presentes em nosso organismo e, por isso, fortalece o sistema imunológico. Diante disso, utiliza-se a ozonioterapia para tratar problemas crônicos, como dores, feridas infeccionadas, artrite, cicatrização lenta, entre outros. Vale ressaltar que o tratamento deve ser executado por um profissional da saúde. 

Para que serve a ozonioterapia

Por agir na interrupção de processos inflamatórios ou infecciosos no organismo, o tratamento feito com ozônio é uma boa maneira de lidar com inúmeros problemas de saúde. Confira alguns deles.

Sistema imunológico debilitado

A ozonioterapia pode se tornar uma grande aliada de pessoas com o sistema imune debilidade. Isso porque ela é uma boa ferramenta para tratar patologias como a artrite reumatoide e a esclerose múltipla. Assim, a terapia reforça e estimula a imunidade, ampliando a quantidade de moléculas que atuam na emissão de sinais celulares enquanto ocorre o desencadeamento das respostas imunes.

Ajuda pessoas com problemas respiratórios

Por ampliar a entrada de oxigênio na circulação sanguínea, a terapia com ozônio é uma alternativa para aliviar os sintomas decorrentes da bronquite e asma. Além disso, a ozonioterapia aumenta a frequência respiratória e torna as vias aéreas mais resistentes.

Trata infecções

Ela ajuda a inativar os vírus, fungos, parasitas e bactérias. Estas, por sua vez, têm seu envelope celular interrompido e, consequentemente, há a oxidação das lipoproteínas e dos fosfolipídios.

Melhora as feridas

Isso porque é possível aplicar o ozônio diretamente em feridas.

Como é feito

São inúmeras as formas possíveis para realizar a ozonioterapia. Dessa forma, pode-se aplicar o gás diretamente na pele ou injetá-lo via intramuscular ou intravenosa.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.