Exercícios recomendados para pressão alta

  • por em 4 de dezembro de 2020
Exercícios recomendados para pressão alta

Você sabe o que é pressão alta? Com certeza você já ouviu falar sobre o termo, não é mesmo? Também conhecida como hipertensão, diz respeito ao aumento da pressão sanguínea das artérias. Diante disso, caracteriza-se como um dos principais fatores de risco que podem causar doenças do coração. No entanto, ter pressão alta não quer dizer que você não deve praticar exercícios. Isso porque a atividade física contribui significativamente para auxiliar a reduzir a pressão arterial. Além disso, é uma ótima maneira de aliviar o estresse e garantir bem-estar, pois fornece mais energia. Ademais, vale ressaltar que uma revisão de estudos publicado em uma revista especializada no assunto, o período de Medicina Esportiva Britânico, aponta que o esforço físico pode ter o mesmo potencial dos remédios que agem  no controle dessa doença. Confira, abaixo, os exercícios recomendados para pressão alta:

Exercícios recomendados para pressão alta

Treinamento de força

Ajudam a criar músculos mais fortes que ajudam a queimar mais calorias ao longo do dia. Também é bom para os ossos e articulações. Além disso, treino de força  é uma importante forma de proteger o corpo de lesões nos exercícios aeróbicos.

Exercícios cardiovasculares ou aeróbicos

Famosos por seus inúmeros benefícios, podem ajudar a diminuir sua pressão arterial e fortalecer seu coração. Desse modo, opções de exercícios é o que não falta. Isso porque os exemplos incluem caminhada, corrida, ciclismo (estacionário ou ao ar livre), pular corda, patinação, remo, aeróbica de alto ou baixo impacto, natação e hidroginástica.

Alongamento

Criar o hábito de se alongar  torna o corpo mais flexível, ajuda a se mover melhor e a evitar lesões. Dessa maneira, o recomendado é fazer atividades moderadas, como caminhadas rápidas, por 30 minutos, pelo menos 5 dias por semana. No entanto, se você estiver com pouco tempo, atividades vigorosas, como corrida, proporcionam o mesmo benefício em 20 minutos, 3 a 4 dias por semana.

Por fim, é importante ressaltar a importância do aquecimento. Um aquecimento de 5 a 10 minutos ajuda o corpo a se mover e evita lesões.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.