É possível ter uma alimentação saudável na quarentena?

escolhendo alimentos saudáveis

Você, com certeza, não esperava passar por um momento como este que vivemos. São inúmeras incertezas, apreensões e questionamentos que a pandemia do novo coronavírus trouxe para as nossas vidas. Devido ao novo cenário, tivemos de nos reinventar e passar por várias mudanças. Uma dessas mudanças diz respeito à rotina e, consequentemente, à alimentação.

Com o período de isolamento social, muitas pessoas têm ficado mais tempo em casa e, em muitos casos, isso tem afetado diretamente os hábitos alimentares. Isso porque, antes da pandemia, muitos tinham o costume de prestar mais atenção nos tipos de alimentos que consumiam, bem como procuravam seguir um plano alimentar mais regrado, visando tanto a saúde como, até mesmo, o emagrecimento ou manutenção do peso. Inclusive, um levantamento feito pelo Ministério de Saúde no fim de maio, com mais de duas mil pessoas, mostra que quatro em cada dez brasileiros mudaram os hábitos alimentares, seja para melhor ou para pior.

E, se tratando das alterações para pior, podemos apontar a ansiedade como um possível gatilho. Não é incomum ouvirmos por aí que as pessoas buscam na comida uma válvula de escape para situações estressantes, não é mesmo? Contudo, os alimentos escolhidos para esses momentos não são os considerados mais saudáveis, pelo contrário. São os doces, as frituras, os industrializados.

Atualmente, o home office e a própria correria do dia a dia para tentar conciliar a vida profissional e pessoal, ocasionou uma falta de planejamento alimentar, fazendo com que os indivíduos incluam ainda mais alimentos não saudáveis na dieta. E, se você é uma dessas pessoas, não se preocupe. Caso venha se perguntando se é possível reverter isso e manter uma alimentação saudável na quarentena, saiba que sim, é extremamente possível.

Seis dicas para manter uma alimentação saudável na quarentena

A chave para ser bem sucedido no que diz respeito a manter uma rotina de alimentação saudável na quarentena, é o planejamento! Pensando nisso, listamos algumas dicas que poderão te ajudar muito nessa trajetória de se alimentar com saúde. São elas:

  • Faça listas de compras antes de ir ao supermercado. Busque aliar praticidade de preparo, alimentos de boa qualidade e, de preferência, in natura;
  • Priorize os alimentos naturais, como as frutas, legumes e verduras. Tente não comprar alimentos que possuam conservantes e corantes artificiais;
  • Estabeleça horários para realizar suas refeições e evite as famosas guloseimas nas janelas de alimentação;
  • Crie um cardápio e procure variar as receitas para não enjoar dos alimentos. Pois, assim, poderá ingerir grande variedade de vitaminas e minerais. Seja bem criativo, ein?;
  • Saiba diferenciar a fome da vontade de comer. Você comeria um prato de legumes e proteína? Ou preferiria comer uma pizza? Se for a segunda opção, o que você está sentindo é vontade de comer e não fome;
  • Por fim, e o mais importante, cuide de você! Separe um momento para se curtir, fazer alguma atividade que goste e que alivie sua ansiedade.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.