Dieta funcional: o que é, quais são os alimentos e benefícios

  • por em 30 de setembro de 2020
dieta funcional o que é

O que não falta por aí são opções de dietas. São tantas possibilidades, não  é mesmo? Diante disso, você que quer perder uns quilinhos ou ganhar massa muscular pode ter um pouco de dificuldade para encontrar uma dieta para chamar de sua.  Já parou para pensar em quantas vezes, pesquisando na internet, viu a palavra funcional na descrição das dietinhas? No entanto, já se questionou se são funcionais de fato? Existe uma que, realmente, pode ser considerada funcional. A dieta funcional, como o próprio nome já diz, tem como objetivo fazer com que o organismo funcione da melhor forma possível. Além disso, ela não é uma opção restritiva como as tantas dietas que aparecem. Quer saber mais sobre a dieta funcional? Confira neste post!

Afinal, o que é a dieta funcional?

A dieta prioriza alimentos funcionais. Tais alimentos, além de muito nutritivos, fazem muito bem para nossa saúde. Dessa forma, o cardápio da dieta funcional busca o consumo de alimentos ricos em fibras, antioxidantes, probióticos, ômega-3 e termogênicos.

A alimentação funcional é uma opção perfeita para quem deseja melhorar os hábitos alimentares. Isso posto, a dieta funcional funciona como uma reeducação alimentar, corrigindo o que tiver errado no seu cardápio. E, por falar em cardápio, ficar com fome não é uma opção. Isso porque você terá que realizar seis refeições: café da manhã, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia.

O que comer

Não pense que por contar com muitas refeições você poderá se esbaldar na comida, tendo em vista que alimentos saudáveis também possuem calorias. Assim, na hora de montar o seu prato, pense em manter esta lógica: um quinto deve ser proteína; um quinto de carboidratos saudáveis; três quintos de legumes e verduras. No entanto, vale ressaltar que o cardápio irá variar de acordo com seu objetivo.

A dieta prioriza os alimentos orgânicos. Então, caso queira aderir, deverá cortar as bebidas alcoólicas, industrializados, açúcar e alimentos que contém glúten. Portanto, inclua alimentos como:

  • Proteínas de origem animal (peixe, carnes e ovos);
  • Carboidratos saudáveis (aveia, legumes, frutas e vegetais);
  • Gorduras boas (abacate, azeite extravirgem);
  • Alimentos que estimulam a produção de colágeno (banana, aveia);

Benefícios da dieta funcional

A dieta provoca efeitos positivos no metabolismo, bem como na fisiologia do nosso corpo. Isso porque ela ajuda a prevenir doenças e outras condições que podem afetar seu bem-estar e sua qualidade de vida. Entre os benefícios da dieta funcional, podemos destacar a redução do estresse, das crises de TPM e dos efeitos do envelhecimento. Além disso, ela melhora o funcionamento do intestino e ajuda a emagrecer.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.