Alimentos embutidos: o que são e o que fazem para o organismo

  • por em 5 de dezembro de 2020
alimentos embutidos

Você já deve ter ouvido por aí as pessoas falarem sobre alimentos processados, ou embutidos, não é mesmo? Mas você sabe do que se trata? São alimentos que precisam se manterem conservados durante um longo período e, para se manterem assim, eles possuem inúmeros aditivos químicos. Vale ressaltar que diversos tipos de carnes misturadas são o que dão origem ao produto. Desse modo, trituram esses elementos, e eles são homogeneizados e embutidos sob pressão ou acondicionados em tripas naturais ou artificiais, utilizadas para protegê-los das influências externas, ao mesmo tempo que lhe dá forma e estabilidade.

Por que devemos evitar alimentos embutidos

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o consumo de alimentos processados está relacionado de forma direta com o aumento do risco de desenvolver câncer.

Além disso, esse tipo de alimento impactam a saúde do coração. Dessa forma, se houver consumo frequente dos alimentos embutidos, pode aumentar o risco de desenvolver pressão alta (hipertensão). Isso estende-se, também, para temperos industrializados, comidas congeladas, fast food, refrigerantes, entre outros.


Diante disso, é de extrema importância evitar o máximo possível esses alimentos, priorizando uma alimentação saudável e natural. Isso porque não é novidade os inúmeros benefícios que uma alimentação repleta de legumes, verduras e frutas pode fazer pelo nosso organismo.

Alternativas saudáveis

Você pode apostar em substituições mais benéficas para a sua saúde, deixando de lado os alimentos embutidos. Com isso, opte por alimentos como a ricota, o queijo cottage, o tofu; ovos mexidos, pasta com biomassa de banana verde, homus, entre outros.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.