Aeróbico em jejum: vantagens e desvantagens

  • por em 27 de novembro de 2020
aeróbico em jejum

Com certeza você já ouviu falar sobre os exercícios aeróbicos e seus diversos benefícios. Eles são, por exemplo, a bicicleta, corrida e esteira. São opções muito escolhidas para quem deseja emagrecer. Dessa forma, são atividades que precisam utilizar o oxigênio para queimar a gordura. Isso posto, muitas pessoas escolhem praticar algo que gera muitas opiniões, sejam negativas ou positivas: aeróbico em jejum. Já ouviu falar? Também conhecido como AEJ, é um treino cujo objetivo é emagrecer de forma mais acelerada. Diante disso, a estratégia visa treinar sem ingerir nenhum alimento antes. O aeróbico em jejum é feito, normalmente, logo após acordar. Além disso, o exercício é feito com baixa intensidade. No entanto, para que o método funcione, você deve manter uma alimentação balanceada ao longo do dia anterior ao exercício.

Como o aeróbico em jejum funciona

É ideal realizar esse tipo de treino pela manhã, com um jejum de cerca de 12 horas. Por o corpo estar em jejum, não há reserva de glicose. Dessa forma, o corpo usa a gordura como fonte de energia. Com isso, vale ressaltar que a ingestão de água é extremamente importante, antes, durante e depois de se exercitar. Recomenda-se que o exercício seja feito durante 45 minutos. Além disso, recomenda-se não fazer o AEJ por muito tempo, pois ele perde sua eficiência a longo prazo.

Vantagens

O exercício aeróbico em jejum proporciona benefícios. Diante disso, um dos principais é a queima de calorias e emagrecimento, visto que há a queima de gordura. O aumento da massa muscular também é uma das vantagens. Este, por sua vez, ocorre pois há maior produção do hormônio responsável pelo crescimento, o GH. Segundo um estudo realizado por uma instituição sueca, a Universidade de Uppsala, o aeróbico em jejum é capaz de queimar três vezes mais calorias do que os treinos feitos após ingerir algum alimento. Diante disso, há a perda de gordura, pois o corpo passa a utilizá-la como fonte de energia.

Desvantagens

Assim como outros muitas coisas na vida, o aeróbico em jejum não possui apenas vantagens. Dessa forma, algumas das desvantagens são:

  • Perda de massa muscular pelo aumento da quebra de proteínas, no caso de exercícios praticados de forma intensa;
  • Maior chance de desenvolver doenças;
  • Diminuição da performance no exercício;
  • Sensação de fraqueza, podendo levar, até mesmo, ao desmaio;
  • Enjoos.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.