Ácido retinóico: o que é, para que serve e contraindicações

  • por em 31 de outubro de 2020
ácido retinóico

Quem quer proteger a pele de fatores contra o envelhecimento precoce, por exemplo, sempre está em busca de um ativo para incluir na rotina. Diante disso, o ácido retinóico é o queridinho dos amantes de skincare. Também chamado de Tretinoína, o ácido retinóico é uma substância derivada da vitamina A. Esta, por sua vez, tem capacidade de tratar a acne, amenizar manchas, suavizar as rugas e marcas de expressão. Desse modo, o ácido retinóico ajuda a aumentar a firmeza da pele, reduzir a oleosidade e melhorar o colágeno. Além disso, o ativo faz parte de tratamentos para peles que ficaram muito expostas aos raios solares. Isso posto, os retinóides possuem eficácia genuína no que diz respeito aos tratamentos para fotoenvelhecimento. Quer saber mais informações sobre ele? Confira neste post!

Quais tipos de pele podem usar

Pessoas com pele sensível não devem usar o ativo. Isso porque o uso da substância pode gerar efeitos colaterais para a pele sensibilizada, como vermelhidão, descamação e irritação. Dessa forma, consulte um dermatologista para saber se o ácido retinóico é ideal para o seu tipo de pele.

Para que serve o ácido retinóico

A substância ajuda a cuidar da pele que sofreu danos devido à exposição solar. Ou seja, uma pele que apresenta hiperpigmentação, aspereza, rugas finas, sardas, manchas e um textura irregular na pele. A fotoexposição danifica o colágeno, desse modo, o ácido retinóico ajuda a repará-lo. Além disso, o ativo estimula a produção dessa substância.

No caso dos tratamentos para acne, utiliza-se o ácido como um complemento. Vale ressaltar que ele ameniza o excesso de oleosidade da pele, mas não cura completamente. Pessoas com acne tendem a apresentar poros entupidos, o que facilita o aparecimento de espinhas e cravos. Logo, o ácido retinóico ajuda a normalizar essa condição, impedindo o entupimento dos poros e, consequentemente, melhorando o aspecto da pele.

Ademais, o ativo pode entrar no tratamento para estrias, principalmente as avermelhadas, melhorando o seu aspecto.

Como encontrar

Você poderá encontrá-lo, nas doses entre 0,01 a 0,1%, em géis, séruns, loções e cremes. Todavia, no peeling químicos você encontrará a substância em maiores concentrações .

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.